FATO RELEVANTE

A CCR S.A. (“Companhia”) (B3: CCR03; Bloomberg: CCR03 BZ; Reuters: CCR03.SA) vem informar que tomou conhecimento, por meio de notícias divulgadas na imprensa, de que o Juízo da 11ª Vara da Fazenda Pública do Tribunal de Justiça de São Paulo julgou procedente pedido formulado em ação popular movida em face da Fazenda Pública do Estado de São Paulo e da Companhia do Metropolitano de São Paulo e outros (Processo nº 1010621-16.2019.8.26.0053), para declarar nula a licitação da concessão onerosa da prestação de serviço público de transporte de passageiros da Linha 15-Prata da rede metroviária de São Paulo, com tecnologia de monotrilho, da qual o Consórcio Via Mobilidade – Linha 15, integrado pela Companhia (80%) e pela RuasInvest Participações S.A. (20%), havia sido declarado vencedor.

A Companhia informa que não é parte da referida ação judicial, cuja sentença ainda está sujeita a recurso.

A Companhia manterá os seus acionistas e o mercado em geral devidamente informados a respeito de eventuais desdobramentos relacionados ao assunto.

 

 

São Paulo, 28 de novembro de 2019.

 

 

CCR S.A.
Arthur Piotto Filho
Diretor de Relações com Investidores