São Paulo, 26 de abril de 2013 – A CCR S.A. (“CCR”) (Bovespa:CCRO3; Bloomberg:CCRO3BZ; Reuters:CCRO3.SA), comunica aos seus acionistas e ao mercado em geral que, no dia de hoje, a Comissão Especial de Licitação da concorrência objeto do Edital nº 01/2012 (“CONCORRÊNCIA”), promovida pelo Município do Rio de Janeiro – Estado do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria Municipal da Casa Civil, divulgou o resultado do certame, relativo à contratação, em regime de parceria público-privada, na modalidade de concessão patrocinada, dos serviços, fornecimentos e obras de implantação, operação e manutenção de sistema de transporte de passageiros através de Veículo Leve sobre Trilhos (“VLT”), na região portuária e central do Rio de Janeiro (“CONCESSÃO”). A CONCESSÃO tem um prazo de 25 (vinte e cinco) anos, iniciado a partir da emissão da Ordem de Início.

A referida Comissão declarou o Consórcio VLT CARIOCA (“CONSÓRCIO”), formado pela ACTUA ASSESSORIA S.A., controlada da CCR (24,4375%), Investimentos e Participações em Infraestrutura S.A. – Invepar (24,4375%) e Odebrecht TransPort S.A. (24,4375%), RIOPAR Participações S.A. (24,4375%), Benito Roggio Transporte S.A. (2,00%) e RATP do Brasil Operações, Participações e Prestações de Serviços para Transporte Ltda. (0,25%), vencedor da CONCORRÊNCIA, tornando-se o resultado público após a divulgação da respectiva ata da sessão de abertura do envelope contendo a proposta econômica. O CONSÓRCIO aguardará a adjudicação da CONCESSÃO.
Com a participação neste projeto, a CCR busca dar continuidade ao demonstrado interesse na exploração das oportunidades no Estado do Rio de Janeiro, bem como na promoção do seu desenvolvimento sustentável por meio da melhoria da infraestrutura de transporte. A CCR já atua no referido Estado desde 1995, por meio de suas concessionárias CCR NovaDutra, CCR Ponte, CCR ViaLagos, CCR Barcas (80% do capital social, por meio de sua controlada Companhia de Participações em Concessões) e Concessionária Transolímpica S.A. (33,33% do capital social).
A conquista da CONCESSÃO do VLT representa a concretização de mais uma importante etapa do planejamento estratégico da CCR, que visa o seu crescimento qualificado, agregar valor aos acionistas e contribuir para o desenvolvimento socioeconômico e ambiental das regiões onde atua.

Comentário do Presidente

Renato Alves Vale: “Temos a satisfação de anunciar que o Consórcio VLT CARIOCA, foi vencedor da concorrência dos serviços, fornecimentos e obras de implantação, operação e manutenção de sistema de transporte de passageiros através de Veículo Leve sobre Trilhos. Com esta nova conquista, uma vez mais a CCR corrobora o interesse na exploração das oportunidades no Estado do Rio de Janeiro, bem como na promoção do seu desenvolvimento sustentável por meio da melhoria da infraestrutura de transporte.”

Objeto da Concessão

A implantação do VLT faz parte da estratégia do governo do Estado do Rio de Janeiro de garantir a infraestrutura de transportes adequada para a realização dos Jogos Olímpicos de 2016, além de beneficiar toda a população que utiliza a rede de transporte público fluminense. O VLT será ligado ao metrô, trens metropolitanos, barcas, BRT’s, rede de ônibus convencionais e ao Aeroporto Santos Dumont, contribuindo para consolidação do conceito de rede de transporte integrada.

O projeto será executado numa parceria público-privada (PPP). A iniciativa privada será responsável pelas obras de implantação, compra dos trens e sistemas, operação e manutenção do VLT por um período de 25 anos.

A Concessionária será remunerada pela receita tarifária, calculada pelo produto da quantidade de passageiros transportados pela tarifa de remuneração estabelecida no edital e pelo pagamento da contraprestação pecuniária ao longo da operação, totalizando R$ 1,6 bilhão.

O custo da obra é estimado em R$ 1,2 bilhão. Deste total, R$ 532 milhões serão recursos federais que virão do Programa de Aceleração do Crescimento da Mobilidade (PAC) durante o período da implantação do projeto (primeiros três anos).