RodoNorte – Rodovias Integradas S.A., ou concessão da RodoNorte, cujo leilão foi vencido pela CCR em 1997, representou 7,3% da receita operacional bruta em 2019. Em termos de extensão, investimentos exigidos pela concessionária e cobrança de pedágios, o sistema rodoviário representa a maior das seis concessões do Programa de Concessões Rodoviárias do Estado do Paraná. A malha possui 567,8 quilômetros de extensão.

A malha rodoviária da RodoNorte divide-se em dois trechos principais. O primeiro conecta Curitiba à Apucarana, além de conectar a capital do Paraná ao maior centro industrial e agrícola do norte do estado, onde localizam-se cidades como Londrina e Maringá. Esse trecho é a rota primária para o Porto de Paranaguá. O segundo trecho, que conecta Ponta Grossa a Jaguariaíva, segue a rota nordeste em direção a São Paulo. A malha rodoviária da RodoNorte é composta pela BR-376, entre Apucarana e São Luiz do Purunã, passando por Ponta Grossa; pela BR-277, entre São Luiz do Purunã e Curitiba; pela Rodovia PR-151, entre Jaguariaíva e Ponta Grossa; e pela BR-373 até o entroncamento com a BR-376.

No âmbito desse sistema, 208 quilômetros, ou 43%, compreendem rodovias divididas em duas faixas em cada direção, com acostamento dos dois lados; e 279,5 quilômetros, ou 57%, compreendem rodovias não divididas, com apenas uma faixa em cada direção e acostamento dos dois lados. Além disso, há estradas de acesso adjacentes às rodovias. Sob os requisitos técnicos específicos da concessão, a RodoNorte é responsável pela restauração e pela manutenção desses trechos da estrada. No total, as estradas de acesso têm 80,28 quilômetros de distância. Embora a RodoNorte, no papel de concessionária, seja responsável pela restauração, pela posterior conservação e pela manutenção periódica desses trechos das estradas de acesso, ela não é obrigada a fornecer qualquer um desses serviços, diferentemente do caso das rodovias. As estradas de acesso são rodovias não divididas, com uma faixa em cada direção e acostamento dos dois lados.

O sistema RodoNorte tem sete praças de pedágio, seis postos de pesagem, sete bases de apoio ao usuário e um centro de controle operacional. A concessão da RodoNorte foi outorgada pelo período de 24 anos, até novembro de 2021, pelo estado do Paraná, representado pelo DER-PR.