A operação iniciou-se em 31 de abril de 1998. A ViaOeste foi responsável por 9,4% da receita operacional bruta em 2019.

O contrato de concessão da ViaOeste contempla: a Rodovia Presidente Castello Branco (SP‑280), do km 13,7 (cidade de Osasco) ao km 79,38 (cidade de Itu); a Rodovia Raposo Tavares (SP-270), do km 34 (cidade de Cotia) ao km 115,5 (cidade de Araçoiaba da Serra), com exceção dos perímetros urbanos entre o km 58,5 e o km 63 e entre o km 87,2 e o km 89,3; a Rodovia Senador José Ermírio de Moraes (SP-075), do km 0 ao km 15; e a Rodovia Dr. Celso Charuri (SP 091/270), do km 0 ao km 6,2. A ViaOeste é responsável pela conexão entre a capital paulista e a região oeste do estado de São Paulo, com as cidades de Barueri, Osasco, Itapevi, Sorocaba e São Roque sendo as principais atendidas pela concessão.

O prazo original da concessão outorgada pelo estado de São Paulo era de 20 anos. Para tanto, em 20 de dezembro de 2006, a ViaOeste assinou um aditivo contratual com o DER-SP. Tal aditivo possibilitou o rebalanceamento econômico-financeiro do Contrato de Concessão, prorrogando-o por mais 57 meses, com vencimento em dezembro de 2022.