Antes de tomar qualquer tipo de decisão com relação a um investimento em ações da Companhia, o investidor deve considerar e analisar cuidadosamente todas as informações contidas neste website de relações com investidores e, em particular, nessa seção. Caso qualquer dos riscos ou incertezas aqui descritos efetivamente ocorra, os negócios da CCR, sua situação financeira e seus resultados operacionais poderão ser afetados de forma substancialmente adversa. Nesse caso, o preço das ações poderá cair e o investidor poderá perder uma parcela ou a totalidade do valor investido.Para acessar a lista detalhada e completa de fatores de risco no último Prospecto de Oferta Pública de Ações favor clicar aqui.

1) Fatores de Risco Relativos ao Brasil

  • As operações da CCR estão localizadas principalmente no Brasil e, portanto, as condições econômicas e políticas brasileiras podem afetar adversamente sua condição financeira, resultados operacionais e o preço de mercado das ações.
  • Inflação e medidas governamentais adotadas para controlá-la podem contribuir significativamente para a insegurança econômica do Brasil e para aumentar a volatilidade no mercado de capitais brasileiro.
  • A grande volatilidade do real em relação ao dólar norte-americano poderia trazer mudanças significativas aos resultados da Companhia, em razão das suas obrigações denominadas em dólar norte-americano, aumentar o seu custo de captação de recursos e reduzir o valor de mercado das suas ações em outras moedas estrangeiras.
  • A CCR está sujeita a riscos de taxas de juros, porque a Companhia capta financiamentos substanciais.
  • A percepção de risco quanto às economias emergentes pode impedir o acesso da CCR aos mercados de capitais internacionais, prejudicar a sua capacidade de financiar operações e diminuir o preço de mercado de suas ações em outras moedas estrangeiras.

2) Fatores de Risco Relativos Setor de Concessões Rodoviárias e ao Negócio da CCR

  • CCR atua em um ambiente altamente regulamentado e os seus resultados operacionais podem ser afetados adversamente pelas medidas governamentais.
  • O poder concedente possui discricionariedade para determinar os termos e condições aplicáveis às concessões da Companhia. Assim, é possível que a CCR tenha que se sujeitar a aumentos não previstos nos custos ou decréscimos não previstos nas receitas.
  • A condição financeira da CCR e seus resultados operacionais podem ser afetados adversamente caso os mecanismos para restabelecimento do equilíbrio econômico-financeiro, em virtude de aumento de custo ou redução de tarifas, não gerem tempestivamente um aumento do seu fluxo de caixa.
  • A extinção dos seus contratos de concessão pelo poder concedente poderá impedir a realização do valor integral de determinados ativos e causar a perda de lucros futuros sem uma indenização adequada.
  • A redução do uso de veículos, que poderia decorrer de mudanças adversas nas condições econômicas ou do aumento de preço de combustível, afetaria adversamente os resultados operacionais da Companhia.
  • Caso a taxa de inflação aumente substancialmente no Brasil, a dificuldade de aumentarmos as tarifas de pedágio adequadamente pode afetar seus resultados operacionais e o preço de mercado de suas ações.
  • O aumento da concorrência poderia reduzir as receitas da CCR.

3) Riscos Relativos à CCR e às Suas Ações

  • Um pequeno número de acionistas detém o controle da Companhia e os interesses deles podem conflitar com os interesses dos outros acionistas.
  • A CCR pode não ser capaz de levantar quantidades suficientes de recursos sob a forma de dívida ou capital para realizar investimentos em novos negócios e implementar sua estratégia.
  • O crescimento da Companhia por meio de licitações ou de aquisições de concessionárias pode ser afetado de forma adversa por medidas regulatórias futuras ou por políticas de governo relacionadas ao programa brasileiro de concessões de rodovias.
  • A capacidade de distribuir dividendos da CCR está sujeita a limitações.

Este website de relações com investidores contém declarações, estimativas, intenções e pretensões quanto a eventos futuros. Quaisquer declarações e estimativas, intenções e pretensões com relação a eventos futuros envolvem riscos e incertezas. Diversos fatores importantes considerados nas declarações e estimativas futuras podem se modificar, fazendo com que os resultados reais possam vir a ser substancialmente diferentes daqueles contidos em tais declarações e estimativas, e que as intenções e pretensões possam vir a não se materializar. Esses fatores incluem, dentre outros:

  • medidas do governo brasileiro;
  • condições sociais, políticas ou econômicas do Brasil;
  • desvalorização do real;
  • a percepção de risco com relação aos mercados emergentes principalmente, a América Latina;
  • medidas por parte do poder concedente, incluindo qualquer ato unilateral dos poderes concedentes;
  • medidas do governo relativas ao prosseguimento ou não do programa de concessões de rodovias;
  • alta taxa de inflação;
  • resultado de pendências judiciais;
  • reação pública ao aumento de tarifas de pedágio;
  • redução do tráfego nas rodovias, inclusive como resultado do aumento do preço dos combustíveis;
  • nível de endividamento da Companhia;
  • flutuações das taxas de juros;
  • concorrência; e
  • outros fatores expostos no item Fatores de Risco.